Segunda edição do Movimento SOS Municípios é realizado na Assembleia Legislativa do Estado

O prefeito de Doutor Severiano participou, da segunda edição do Movimento SOS Municípios realizado na Assembleia Legislativa do Estado do RN, que reuniu prefeitos de diversas cidades potiguares para debater sobre a situação financeira das prefeituras. O evento contou com a participação da governadora do Estado. 
Seguindo orientação da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e com o apoio das Associações Microrregionais, a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte promoveu o ato em defesa das administrações municipais na ultima sexta-feira, 11/04.
O encontro faz parte da mobilização nacional lançada pela CNM com o apoio das Federações e Associações Estaduais de Municípios. Precedida pela campanha “Viva o seu Município. Não o deixe morrer”, o movimento pretende denunciar as graves dificuldades financeiras vivenciada pelas grande maioria das prefeituras e angariar o apoio da população como forma de pressionar o Congresso Nacional e o Governo Federal a buscarem soluções. Fez parte da estratégia do movimento e das entidades municipalistas o fechamento das portas das prefeituras na sexta-feira, 11/04, e a concentração dos prefeitos nas capitais.
“Esse é um movimento contra a crise financeira que está sufocando as prefeituras e em favor da população que é a maior prejudicada pela atual situação vivenciada pelos municípios, fruto de uma relação desigual entre os entes federados”, afirmou o prefeito Benes Leocádio, presidente da FEMURN. “As prefeituras, sobretudo as pequenas, que são a grande maioria, estão pagando o preço da falta de revisão do Pacto Federativo, da falta de recursos para os municípios, da sobrecarga de responsabilidades e da redução de receitas”.
O presidente em exercício da Câmara dos Deputados, Fábio Faria (PSD/RN), participou e recebeu das mãos do presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Benes Leocádio, um documento com os pleitos dos municípios
Presente no evento, Fátima Bezerra ressaltou as iniciativas do Governo Federal em atendimento as reivindicações dos prefeitos, defendeu a federalização do Piso Nacional do Magistério e declarou total apoio a PEC 341/2013, que aumenta em mais 2% o repasse da União ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM).
“Sabemos que a maioria das prefeituras não tem condições de pagar o Piso do Magistério, por isso sou defensora que o Piso seja federalizado, para isso é fundamental a aprovação do novo Plano Nacional de Educação, com 10% do PIB e a destinação dos 75% dos royalties do Pré-Sal para educação”.
Fátima Bezerra acrescentou ainda que os prefeitos podem contar com o seu apoio para que a PEC 341/2013, que representa R$ 6,1 bilhões de recursos a mais para os municípios, seja aprovada no Congresso Nacional.